Um mover extraordinário

“Prepare-se! Uma grande e sobrenatural movimentação da parte de Deus está para acontecer na sua casa”

Logo a seguir, compeliu Jesus os seus discípulos a embarcar e passar adiante para o outro lado, a Betsaida, enquanto ele despedia a multidão. E, tendo-os despedido, subiu ao monte para orar. Ao cair da tarde, estava o barco no meio do mar, e ele, sozinho em terra. E, vendo-os em dificuldade a remar, porque o vento lhes era contrário, por volta da quarta vigília da noite, veio ter com eles, andando por sobre o mar; e queria tomar-lhes a dianteira. Eles, porém, vendo-o andar sobre o mar, pensaram tratar-se de um fantasma e gritaram. Pois todos ficaram aterrados à vista dele. Mas logo lhes falou e disse: Tende bom ânimo! Sou eu. Não temais! E subiu para o barco para estar com eles, e o vento cessou. Ficaram entre si atônitos, porque não haviam compreendido o milagre dos pães; antes, o seu coração estava endurecido. (Mc 6.45-52)

Respondendo-lhe Pedro, disse: Se és tu, Senhor, manda-me ir ter contigo, por sobre as águas. E ele disse: Vem! E Pedro, descendo do barco, andou por sobre as águas e foi ter com Jesus. Reparando, porém, na força do vento, teve medo; e, começando a submergir, gritou: Salva-me, Senhor! E, prontamente, Jesus, estendendo a mão, tomou-o e lhe disse: Homem de pequena fé, por que duvidaste? (Mt 14.28-31). Estando já no outro lado, chegaram a terra, em Genesaré, onde aportaram. Saindo eles do barco, logo o povo reconheceu Jesus; e, percorrendo toda aquela região, traziam em leitos os enfermos, para onde ouviam que ele estava. Onde quer que ele entrasse nas aldeias, cidades ou campos, punham os enfermos nas praças, rogando-lhe que os deixasse tocar ao menos na orla da sua veste; e quantos a tocavam saíam curados. (Mc 6.53-56)

Então, eles, de bom grado, o receberam, e logo o barco chegou ao seu destino. (Jo 6.21)

1. Uma movimentação sobrenatural no meio da tempestade

O que Deus está fazendo no mundo e especialmente na igreja neste momento e o que isso tem a ver com a nossa conferência? Compreender o que Deus está fazendo é fundamental para nos garantir que estamos dentro do seu mover. Ele está fazendo um movimento extraordinário. O que é esse movimento extraordinário? Ele viu os discípulos se esforçando para remar, pois o vento lhes era contrário. Então, na quarta vigília da noite, foi até eles, caminhando no mar, e teria passado por eles, mas não passou; antes, entrou no barco. Jesus sempre vem a nós na hora mais escura para se manifestar extraordinariamente.

A quarta vigília é a hora mais escura. Estamos em dias de grandes trevas, Ele vai se manifestar entre nós nestes dias de uma maneira sobrenatural. Encha o seu coração de expectativas.

“Teria passado por eles”. Aqui, Jesus está fazendo um movimento extraordinário apelando às afeições dos discípulos, dando-lhes a oportunidade de convidá-lo para o barco deles, para a sua situação.

Nossa falha em entender o quanto o Senhor nos ama o leva a fazer esse “movimento extraordinário”. Andar sobre as águas e acalmar as ondas é o que estou chamando de “movimentação extraordinária”. Estes são dias de tempestades, dias de uma pandemia que está afetando muita coisa no mundo, não são dias normais. Em dias assim, pensamos que o diabo está reinando, mas nos esquecemos de que o Senhor é soberano e, no meio da tempestade, devemos esperar por uma movimentação extraordinária de Jesus.

Haverá uma manifestação especial do Senhor nos dias que virão, na qual Ele mostrará que é soberano sobre as ondas,

e devemos convidá-lo para essa situação que estamos vivendo, para o nosso barco, mas especialmente para a nossa casa, para essa conferência em nossa casa.

O mundo agora está no meio de uma tempestade, a pandemia, mas Jesus está fazendo um movimento extraordinário por nós. Parece que Ele “teria passado”, mas está apelando aos nossos afetos e nos perguntando se queremos recebê-lo de bom grado. É interessante como o texto diz, no verso 48 de Marcos 6: “[…] e queria tomar-lhes a dianteira”. Eu me lembrei do mesmo episódio no caminho de Emaús, quando a Bíblia diz que o Senhor fez menção de seguir e deixar os discípulos, e eles lhe pediram para ficar, ao que Ele atendeu prontamente.

O propósito do Senhor não é passar à frente, mas está claro que Ele só pode entrar e estar nos barcos que desejam a sua presença. Ele parece dar uma dica, como se estivesse dizendo: “Estou passando por aqui, se quiser me convidar, não seguirei”. Nós estamos em casa, no barco, no meio da tempestade. Às vezes, sentimo-nos atados e parece que o mover de Deus está estagnado, mas o que Ele está esperando nestes dias, em primeiro lugar, é que o convidemos para a nossa casa, pois Ele quer realizar algo extraordinário na sua casa, na sua célula.

Não participe dessa conferência nas células, em casa, sem gastar tempo invocando o Senhor, sua presença, na sua casa, no meio dessa tempestade. Não foi Ele que promoveu essa tempestade, mas está usando-a para nos chamar a uma comunhão mais próxima com Ele, e eu penso que a conferência tem esse primeiro propósito, uma forte presença do Espírito nas casas.

Você já percebeu que muitos casamentos estão com problemas e até acabando nessa quarentena? Que muitos estão impacientes e nervosos? Talvez até mesmo o seu casamento ou o dos seus pais esteja com problemas. Tudo isso porque estão presos em casa, e o ambiente é de tensão por causa da forte tempestade que está acontecendo lá fora. Então, a lógica desse mover é que,

se o inimigo está prendendo as pessoas nas casas para produzir um ambiente de medo e confusão, Deus quer levar a sua presença para dentro das casas, a fim de destruir as obras do diabo e manifestar o seu reino.

Abra a sua casa para realizar uma Conferência Radicais Livres. Gaste tempo invocando a presença de Jesus para esse barco, essa casa, e você verá o mover que virá sobre as pessoas. O coronavírus não é do Senhor, mas Ele está usando essa situação para que nos aproximemos d’Ele. O Senhor quer o nosso amor e carinho. Este é o momento para nos aprofundarmos em nosso relacionamento com Ele.

Hoje, devido à covid-19, somos todos obrigados a sentar em casa. Somos como os discípulos no barco, porque estamos confinados em nossas casas. Mas prepare-se, porque Deus fará algo mesmo enquanto a tempestade está acontecendo lá fora. O inimigo tentou nos prender em casa para impedir que o evangelho seja pregado e as pessoas sejam tocadas pelo poder de Deus, mas saiba de uma coisa, o lugar onde o inimigo tentou nos prender, nossas casas, será o lugar onde, nessa conferência, um mover extraordinário do Espírito acontecerá.

Onde o inimigo quis nos parar será o lugar onde Deus nos moverá. Prepare-se! Uma grande e sobrenatural movimentação da parte de Deus está para acontecer na sua casa, o seu barco.

2. Medite no poder de Deus

Ficaram entre si atônitos, porque não haviam compreendido o milagre dos pães; antes, o seu coração estava endurecido. (Mc 6.52)

Os discípulos não tinham medo porque estava escuro ou porque pensavam que Jesus era um fantasma, pois, mesmo depois que “eles o viram”, “ficaram perturbados”. A razão do seu medo é que “eles não haviam entendido o milagre dos pães, porque o seu coração estava endurecido”. Na versão King James, o mesmo versículo diz: “Porque eles não consideraram o milagre dos pães, porque seu coração estava endurecido”. Os discípulos não meditaram no milagre dos pães e, como resultado, o “seu coração se endureceu”.

Quando os discípulos não consideraram o milagre que Jesus fez algumas horas atrás, ficaram com medo. Se eles tivessem considerado e meditado sobre os pães (o milagre de Jesus), não ficariam muito surpresos ao vê-lo andando sobre as águas. Quando Deus realiza um milagre, não deve nos chocar demais, porque devemos saber que Ele é bem capaz disso e que o seu coração é amar e nos ajudar.

Se os discípulos tivessem meditado sobre o milagre dos pães, se tivessem se perguntado do que se tratava o milagre dos pães, teriam lembrado que esse milagre falava da abundante provisão de Jesus para o povo. Na alimentação dos cinco mil, as pessoas pegaram o quanto quiseram e, quando estavam cheias, ainda restavam doze cestos. Nestes dias que antecedem a conferência e mesmo

em dias de pandemia, você deve gastar tempo meditando nos milagres de Jesus e no poder de Deus na sua vida e na vida das pessoas, isso vai tirar a dureza do seu coração e prepará-lo para um grande mover, vai remover todo medo do seu coração.

3. Ele está orando por nós

Logo a seguir, compeliu Jesus os seus discípulos a embarcar e passar adiante para o outro lado, a Betsaida, enquanto ele despedia a multidão. E, tendo-os despedido, subiu ao monte para orar. Ao cair da tarde, estava o barco no meio do mar, e ele, sozinho em terra. (Mc 6.45)

“Ele estava sozinho em terra” – Nesse ponto, Jesus subiu a uma montanha para orar. Isso é um reflexo do que Ele está fazendo agora.

Hoje, Ele foi para a mão direita do Pai e é o Grande Sumo Sacerdote orando por você e por mim. Ele está orando por sua igreja.

Estamos desfrutando de muitas coisas em nossa vida por causa da oração na mão direita do Pai. Jesus está fazendo intercessão por nós.

Nestes dias, a nossa conferência no meio da tempestade é também uma batalha de fé contra o império das trevas, pois Deus tem um propósito nisso, e eu vou lhe mostrar no fim, mas tenha certeza de uma coisa, Ele está orando por você junto ao trono, Ele é o vencedor.

“Ele fez os seus discípulos entrarem no barco” – Isso lembra o milagre anterior, quando primeiro Jesus fez a multidão se sentar em grupos antes de multiplicar os cinco pães e dois peixes. Agora, Ele nos faz entrar no barco. Como todos, estamos passando pela tempestade, mas o Senhor está nos guardando dentro do barco, que é também a sua igreja e que hoje está reunindo, principalmente nas casas. A igreja é como os discípulos no barco, e eles estão no meio do lago (que representa as nações).

“Ele fez os seus discípulos entrarem no barco” – “Fez” significa que há um elemento de relutância por parte dos discípulos. Mas Jesus os fez partir para que pudessem descansar em vez de lidar com o controle da multidão, também porque havia algo poderoso esperando-os do lado de lá. O verdadeiro descanso não é apenas sentar e ficar inativo enquanto a sua mente ainda está cheia de preocupações. Isso não é estar descansando.

O VERDADEIRO DESCANSO É ENCONTRADO EM CRISTO. Descanse no Senhor nestes dias. Deixe-o lidar com as multidões e com as tempestades. Ele está orando por você e está levando-o para o outro lado, onde acontecerá um grande mover.

4. O tempo foi acelerado para o mover de Deus

Então, eles, de bom grado, o receberam, e logo o barco chegou ao seu destino. (João 6.21)

De volta a João 6, quando Jesus caminha sobre as águas em direção aos seus discípulos, o barco estava no meio do mar, mas, quando os discípulos receberam Jesus de bom grado e Ele entrou no barco, este transcendeu o tempo e o espaço, e chegou a terra. A palavra “logo” usada no textoé“eutheos” e significa “imediatamente”, “na mesma hora”. Aconteceu aqui mais uma movimentação extraordinária, uma aceleração do tempo. O que Senhor está por fazer entre nós no meio da pandemia nestes dias de conferência é que o tempo será acelerado para o cumprimento do propósito. Cinco anos em um, e dez em dois. Isso vai acontecer por causa do alvo final.

Estando já no outro lado, chegaram a terra, em Genesaré, onde aportaram. Saindo eles do barco, logo o povo reconheceu Jesus; e, percorrendo toda aquela região, traziam em leitos os enfermos, para onde ouviam que ele estava. Onde quer que ele entrasse nas aldeias, cidades ou campos, punham os enfermos nas praças, rogando-lhe que os deixasse tocar ao menos na orla da sua veste; e quantos a tocavam saíam curados. (Mc 6.53-56)

Após a tempestade e a escuridão, eles chegaram imediatamente e milagrosamente ao destino e houve um avivamento ali. Após essa escuridão, haverá um avivamento, um mover de Deus. Todos quantos o tocarem serão curados.

Jesus está fazendo um movimento extraordinário durante este período sombrio e tempestuoso para termos um contato pessoal com Ele e para que o mundo seja tocado por Ele. Todo aquele que o tocar será curado. Estamos indo para o tempo em que todos que o tocarem receberão do poder de Deus.

Eu não tenho dúvidas de que essa Conferência dos Radicais Livres no meio da pandemia, da tempestade, das trevas, é para nos aproximar d’Ele e da sua presença, mas é também para nos levar a um grande mover de salvação do lado de lá. Um batismo mundial está nos esperando do lado de lá. Nesta conferência, milhares de pessoas serão alcançadas pelo poder de Deus por intermédio de sua vida, na sua casa. Prepare-se, porque a sua vida e a sua casa serão palco de um grande mover de Deus nestes dias. Milhares de pessoas serão batizadas no dia 21 de novembro, e essa conferência nas casas será um campo maduro que será colhido.

Cada crente será um ministro e, em cada casa, acontecerá uma conferência, algo inédito e sobrenatural. Mas talvez você esteja se sentindo incapaz de participar do que Jesus está fazendo. Então, preste atenção neste último ponto que eu quero lhe mostrar, uma última movimentação sobrenatural de Jesus.

5. Olhe só para Jesus e você será usado tal como Ele

Antes que o barco chegasse a terra, Jesus fez outro movimento extraordinário:

Respondendo-lhe Pedro, disse: Se és tu, Senhor, manda-me ir ter contigo, por sobre as águas. E ele disse: Vem! E Pedro, descendo do barco, andou por sobre as águas e foi ter com Jesus. Reparando, porém, na força do vento, teve medo; e, começando a submergir, gritou: Salva-me, Senhor! E, prontamente, Jesus, estendendo a mão, tomou-o e lhe disse: Homem de pequena fé, por que duvidaste? (Mt 14.28-31)

Jesus levou Pedro a uma experiência extraordinária antes que chegassem ao destino, para mostrar a chave que nos fará fazer as coisas que Ele faz e ainda maiores nestes dias de conferência nas casas. Durante esse tempo, podemos ser como Pedro. Ele olhou para Jesus e queria ser como Ele. E, enquanto os seus olhos estavam em Jesus, ele andou sobre as águas. Como você vê Jesus é como você será.

Hoje, podemos ser como Pedro e perguntar ao Senhor: “Posso ser como o Senhor? Posso estar acima do coronavírus? Posso estar acima do medo e da preocupação? Posso ser usado para pregar na conferência e esperar um grande mover na minha célula? E Ele dirá: “VENHA!” O Senhor ama que o seu povo seja conforme à sua imagem (ver 2 Co 3.18). Somos transformados quando contemplamos Jesus. Como você vê Jesus? Ele está bem acima de todas as coisas.

Todas as exortações no Novo Testamento são para simplesmente o contemplarmos e nos tornarmos como Ele. Nós olhamos para Jesus ao vê-lo nas Escrituras e na pregação que proclama a sua obra consumada.

O inimigo quer que você olhe para a tempestade, para a pandemia, para a sua limitação

em realizar uma conferência na sua casa ou na sua célula e ministrar a palavra,

mas o Senhor está lhe dizendo: “Olhe para mim e faça o que eu faço”.

Hoje, o Senhor está fazendo um movimento extraordinário em todo o mundo por seu povo. Ele quer conquistar o seu coração, levá-lo a fazer o que Ele faz e tocar as multidões. No momento mais sombrio, Ele está fazendo um movimento extraordinário. Estes são dias do extraordinário na nossa casa, na nossa célula e na nossa conferência. Chame a presença manifesta de Jesus para a sua casa, para a sua célula. Vamos andar sobre a tempestade e manifestar o reino de Deus do outro lado, ao mundo perdido.

Esta conferência no meio da pandemia – nas casas – será para manifestar o reino de Deus ao mundo. Milhares se converterão e serão batizados, e o reino de Deus se manifestará por meio da sua vida. Olhe para Jesus e participe do que Ele está fazendo. Organize a sua conferência na sua célula, na sua casa. Ore pela conferência. Gere um ambiente de vida. Decore a casa. Convide os irmãos e visitantes. Prepare-se para ser usado!

Perguntas para compartilhar:

Por que devemos contemplar o Senhor?

Por que devemos confiar no extraordinário?

Tags