Esquizofrenia é doença ou possessão demoníaca ?

Esquizofrenia é doença ou possessão demoníaca ?

Saindo do campo da Bíblia e entrando no campo da ciência, esquizofrenia é um distúrbio que afeta a capacidade das pessoas de pensar, sentir e se comportar com uma postura equilibrada. É um estágio de profunda confusão que a pessoa que é afetada por essa doença mental e emocional sofre. É uma doença mental crônica que se manifesta na adolescência ou no início da idade adulta. A título de curiosidade, sua frequência na população em geral é de 1 a cada 100 pessoas. O que nos impressiona é que há cerca de 40 casos novos para cada 100 mil habitantes por ano. No Brasil, estima-se que tenha cerca de 1.600.000 esquizofrênicos.

A esquizofrenia apresenta várias manifestações que afeta diversas áreas do funcionamento psíquico da pessoa. Os principais sintomas são, em primeiro lugar, o delírio, que são ideias falsas das quais a pessoa tem convicção absoluta. Na verdade, são alucinações, ideias absurdas, que são percepções falsas dos sentidos. As manifestações mais comuns na esquizofrenia são as auditivas na forma de voz. As pessoas que sofrem de esquizofrenia ouvem vozes que falam de si mesmas. Outra manifestação são as alterações de pensamentos, e assim as ideias podem se tornar confusas, desorganizadas, desconexas, tornando o argumento da pessoa difícil de compreender. Não falam coisa com coisa e o que falam não tem nenhum sentido. E não para por aí, sofrem também distúrbios na capacidade afetiva, ou seja, tornam-se totalmente incapazes de reagir emocionalmente às circunstâncias, ficando totalmente indiferentes e sem expressão afetiva. E, por consequência final, vão se tornando frias à medida que diminuem a motivação.

Isso é um sinal ou uma evidência de possessão demoníaca? Talvez esse seja um grande mal do pentecostalismo tradicional – considerar qualquer comportamento fora do normal como presença ou possessão de demônios. Como cristãos, é necessário avaliar com maturidade, para não considerar qualquer esquizofrênico como uma pessoa inevitavelmente endemoniada. É claro que o problema pode dar lugar a uma possessão demoníaca, pois demônios são espíritos malignos cruéis aproveitadores da deficiência de saúde mental das pessoas. Depois da queda, depois que o pecado entrou no mundo, a Bíblia diz que a terra passou a produzir “cardos e abrolhos”. O homem passou a ser atacado com todo tipo de transtornos na saúde, como doenças físicas, emocionais, mentais e espirituais. No caso em referência, a esquizofrenia é uma doença mental muito complexa. Observe que é possível que demônios usurpem a mente através de fraquezas do sistema nervoso central e possuam a pessoa. Mas que fique claro, a esquizofrenia em si não é uma evidência absoluta de possessão de espíritos malignos.

Acima de tudo, é importante crer que os distúrbios espirituais e mentais não são impedimentos para a obra de salvação e vida abundante em Cristo. Foi exatamente para isso que veio Jesus, para nos salvar, curar, libertar e dar vida abundante a todos que o receberem. O Senhor demonstrou que a sua presença na família traria a cura em todas as áreas da natureza do homem. Ele é o bom pastor que tem a vida perfeita. Jesus o bom pastor oferece sua vida em favor de suas ovelhas

Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância. Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas ovelhas. (Jo 10.10-11)

Geralmente, julgamos que pessoas com distúrbios mentais não podem ter um relacionamento com o Senhor, mas não é o que a Bíblia diz. Está escrito que Jesus é o caminho e, através d’Ele, iremos diretamente ao Pai (Jo 14.6). Assim, a grande notícia é: mesmo uma pessoa que passe por distúrbios espirituais, emocionais e mentais mais graves não errará o caminho da salvação e cura completa.

E ali haverá bom caminho, caminho que se chamará o Caminho Santo; o imundo não passará por ele, pois será somente para o seu povo; quem quer que por ele caminhe não errará, nem mesmo o louco. (Is 35.8)