top of page
Buscar

Desrespeitar o dinheiro nos impede de prosperar

Você desrespeita o dinheiro quando fala mal da prosperidade. Você conhece pessoas que estão sempre zombando dos que prosperam e sempre estão falando mal da prosperidade? Não se admire se elas nunca prosperam.

Certa vez, ouvi uma irmã dizendo: “Pastor, você não acha que o diabo manda dinheiro para as pessoas de Deus?” Ao que respondi: “Então, por que ele não despeja um caminhão de dinheiro em seu quintal? Se é assim, por que ele não faz todos os crentes ricos?” A verdade é que o diabo não dá, ele toma das pessoas. Só Deus é que pode nos dar as coisas.

Frequentemente, ouço pessoas dizendo: “Dinheiro não traz felicidade”. Dinheiro não traz felicidade, mas pobreza também não traz. A afirmação simplista só revela a tolice de tais pessoas.

Certo dia, um irmão disse: “Para um servo de Deus, o melhor é ser pobre”. Ele dizia isso porque achava que já havia prosperado demais. Então eu lhe disse: “Pegue uma folha de papel e escreva cem coisas boas que a pobreza traz e eu vou escrever cem coisas boas que a prosperidade traz”.

Ele não quis fazer o exercício porque não existem cem coisas boas que a miséria pode trazer. A miséria só tira, acrescenta muito pouco. Abandone de vez a hipocrisia de que é bom ser pobre. Não há nada de bom na pobreza. É melhor ser próspero. Não seja um religioso tolo negando a bênção de Deus, assuma que quer prosperar. Abençoe a prosperidade e ela virá a você.

É um fato espiritual que aquilo que você respeita virá a você. Aquilo que você desonra se afastará de você. Você não pode ter aquilo que deprecia. Muitos depreciam a bênção da prosperidade, por isso não desfrutam dela.

Aquilo que você desrespeita se tornará desconfortável em sua presença. Você sempre se afasta de lugares onde não é respeitado. Basta se lembrar daquele restaurante onde você foi mal atendido. Você nunca mais voltou lá.

Se você não honra a empresa onde trabalha ou o chefe que está acima de você, não pode esperar ser abençoado nesse lugar. Se o chefe se senta à sua mesa e diz: “Gostaria muito de tomar um suco de laranja agora”, o empregado de um salário mínimo responderá: “Eu também. Está muito quente hoje”. O empregado de dois salários diria: “Se tivesse laranja aqui, eu poderia fazer para você”. O empregado de cinco salários mínimos diz: “Dentro de vinte minutos, eu trago o suco para o senhor. O senhor vai querer só hoje ou todos os dias nesse horário?” O funcionário de um salário mínimo dirá que este é um puxa-saco, mas ele apenas mostrou porque é um funcionário de cinco, e não um salário mínimo.

Aquele que honra procura resolver problemas genuinamente. Ele quer ser indispensável. Quer ser lembrado depois.

Você precisa honrar aquilo que o faz prosperar. Não fale mal da prosperidade e nem deprecie aquele que prospera. Não desonre seu patrão ou sua empresa, porque aquilo que você desonra se afastará de você. A desonra produz afastamento. Se o marido não é honrado, ele se afastará de casa. Se o membro não se sente honrado, ele se afastará da igreja. Quando você desrespeita alguém, essa pessoa se afastará de você. Quando você desrespeita o dinheiro, sua habilidade para atraí-lo será comprometida.

A falta de respeito fica evidente quando você ri e ridiculariza aqueles que ensinam sobre finanças. Sua ira quando um ministro gasta 15 minutos no culto para falar de dinheiro revela uma falta de respeito verdadeiro. Você nunca vai prosperar se cada vez que ouve sobre dinheiro se enche de indignação.

Fonte: Paz financeira — Como vencer as dívidas

Pr. André Francisco

Comments


bottom of page